domingo, junho 18

Injectocarro



"Vem aí o carro da injecção" pode ser uma frase que tem sentido na China, mas não para significar que se aproxima uma equipa de cuidados médicos. É o modo de executar as sentenças de morte que está a mudar: a injecção letal está a ser adoptada com prevalência ao tiro na cabeça e de forma descentralizada. Para evitar os custos com o transporte de condenados até às prisões com equipamento, o injectocarro vai ter com eles. Também se diz que este meio de execução deixa o cadáver em muito melhor estado para efeito de extracção de órgãos. Desta mistura da morte com mesquinhas preocupações economicistas ninguém pode acusar as autoridades em regimes islâmicos, como se pode constatar aqui.

2 comentários:

on disse...

O apedrejamento merecia mais destaque. Foi por isso que também meti o link directo no meu blogue.

lino disse...

Concordo.